A publicidade na economia
Publicado em 11/01/17
Charles Machado*
 
Após quatro estudos sobre a indústria brasileira da comunicação, a Abap (Associação Brasileira das Agências de Publicidade) contratou a consultoria Deloitte para fazer uma análise sobre o impacto da publicidade na economia brasileira. O resultado aponta que para cada R$ 1,00 investido em mídia, o retorno do anunciante chega a R$ 10,69. Como são investidos R$ 33,5 bilhões em publicidade, dados de 2014, no país, o estudo constata que o impacto no PIB (Produto Interno Bruto) é de R$ 358 bilhões. O volume pode ser maior, afinal não contempla os investimentos de 2015 que, segundo o Ibope, pelo raciocínio bruto, sem descontos, foi de R$ 132 bilhões.
 
O escritório da Deloitte no Brasil usou a métrica desenvolvida pela empresa na Inglaterra para a Advertising Association, similar da Abap no Reino Unido que também usou o modelo econométrico nos Estados Unidos, França e a WFA (World Federation of Advertisers). Nos EUA, como especifica a consultoria, com base em cálculos da IHS Economics and Country Risk, os US$ 297 bilhões destinados à compra de mídia em 2014 tiveram um efeito nas vendas de US$ 5,5 trilhões. “O papel da publicidade como emuladora da competição baseada no preço pode ser observada em praticamente todos os setores do mercado”, sustenta a Deloitte.
 

*Diretor da Machado & Associados Consultores (Publicação autorizada) 



Voltar


 
Comentário    

Informe as palavras abaixo


  Trocar imagem

NEWSLETTER